Um em cada 16 pacientes da Covid-19 desenvolve doença mental até três meses após a infecção, aponta estudo


Risco é duas vezes maior em pacientes que precisaram ser hospitalizados. 1 a cada 16 pessoas que tiveram a Covid-19 terá algum transtorno mental. O mais comum é a ansiedade.
Divulgação
Um em cada 16 pacientes com Covid-19 que nunca teve uma doença mental será diagnosticado com algum transtorno desse tipo dentro de três meses após a infecção. O risco é duas vezes maior para os que precisaram ser hospitalizados.
A conclusão é de um estudo da Universidade de Oxford, na Inglaterra, publicado na plataforma científica MedRxiv no domingo (16). A pesquisa ainda não passou por revisão de pares.
“Os mais comuns foram os transtornos de ansiedade, mas depressão, insônia e, raramente, demência, também ocorreram”, disse à Reuters o coordenador da pesquisa britânica, Maxime Taquet.
“Se você sentir ansiedade, mau humor, insônia ou perda de memória após a Covid-19, você deve consultar um médico. Pode haver maneiras de melhorar esses sintomas”, afirmou o pesquisador.
O estudo também encontrou, dentro do grupo analisado, taxas da Covid-19 acima da média em pessoas com diagnóstico psiquiátrico prévio.
Mais de 62 mil pessoas que se recuperaram do coronavírus participaram da pesquisa.
Estratégias que podem ajudar a reduzir os impactos da pandemia de coronavírus na saúde mental
PODCAST: Como lidar com a ansiedade durante a pandemia e o isolamento social
Cientistas alertam para possível onda de danos cerebrais ligados à Covid-19
Em julho, um estudo da University College London (UCL) publicado na revista científica Brain analisou 43 pacientes da Covid-19 que apresentaram complicações neurológicas graves após a infecção, como delírio, tremores, psicose, além de danos ao cérebro em alguns casos, como derrame.
Neurocirurgião do ES fala sobre a relação da Covid-19 com problemas neurológicos
Sequelas do coronavírus
Apesar de ser uma doença nova e com muitos efeitos ainda desconhecidos, já se sabe que, além de danos nos pulmões, o Sars-CoV-2 pode afetar o coração, os rins, o intestino, o sistema vascular e o cérebro.
A longa lista de possíveis sequelas da Covid-19
Veja o que estudos recentes descobriram sobre efeitos do novo coronavírus no corpo
‘É como se eu estivesse sempre gripada’; recuperados da Covid-19 relatam fadiga muscular e cansaço respiratório
No que diz respeito ao cérebro, mais de 300 estudos, segundo a BBC, já associaram a infecção da Covid-19 com o desenvolvimento de transtornos mentais que vão desde sintomas leves – como dores de cabeça, perda de olfato (anosmia) e sensações de formigamento — à graves — como afasia (incapacidade de falar), derrames e convulsões.
Initial plugin text