Reino Unido passa de 33 mil mortes por Covid-19, mas Inglaterra relaxa restrições

0
12

A Inglaterra iniciou nesta quarta-feira (13) a suspensão de algumas restrições impostas contra a pandemia da Covid-19. Agora, os ingleses podem ficar mais tempo fora de casa e encontrar amigos e familiares em parques, mas sempre mantendo a distância social.

Também nesta quarta, o Ministério da Saúde do Reino Unido anunciou o registro de 494 mortes a mais em decorrência da doença provocada pelo novo coronavírus, o que eleva o total para 33.186. O país lidera o ranking de óbitos na Europa e é o 4º no mundo em número de casos, com 227.741.

Mesmo assim, a partir de hoje, os agentes imobiliários na Inglaterra retomarão a visita de potenciais compradores a propriedades para venda ou aluguel, enquanto as pessoas que não puderem trabalhar em casa poderão ir ao trabalho se for imperativo, mas enquanto a empresa aplique as medidas de distanciamento social, de no mínimo dois metros, para evitar possível contágio do coronavírus.

Os clubes de golfe e tênis e floriculturas também serão abertos hoje, uma vez que é mais fácil aplicar as regras do distanciamento físico. O governo pediu à população que evitasse viajar de transporte público e andassem a pé ou de bicicleta. As autoridades recomendaram o uso de máscaras no transporte público ou se estiverem em algum lugar fechado.

No entanto, ainda não será possível visitar familiares ou amigos em suas casas, mas poderá vê-los ao ar livre, mantendo sempre a distância, enquanto o tempo de exercício físico fora de casa será ilimitado.

O governo também alertou que na Inglaterra serão aplicadas multas para aqueles que não cumprirem essas instruções.

Nas outras regiões britânicas, as autoridades regionais consideram que é muito cedo para relaxar as medidas. Portanto, a população segue instruída a não sair de casa, a não ser para comprar alimentos ou medicamentos, para fazer apenas um exercício físico por dia ou levar comida ou remédios para pessoas vulneráveis.

O governo alertou o país para a necessidade de controlar o nível de reprodução da infecção – o R -, que no Reino Unido está entre 0,5% e 0,9%. A meta é evitar que a taxa exceda 1% e aconteça novamente uma forte propagação do vírus.

Se não houver aumento do R, o governo espera continuar com a flexibilização a partir de 1º de junho, com a possível abertura de escolas primárias, mas apenas para as crianças entre 5 e 7 anos -, e algumas lojas.

*Com EFE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui