Leilões de energia serão adiados com avanço da pandemia do coronavírus

Novos leiloes de energia elétrica, programados para 2020, foram retirados da pauta de discussão nesta terça-feira (24) pela Aneel, a Agência Nacional de Energia Elétrica. Leilões envolvendo novas linhas de transmissão de energia elétrica e de também de geração termoelétrica.

Com o avanço do coronavírus, a perspectiva é de uma demanda menor de energia elétrica. Se por um lado o consumo residencial vai aumentar com as pessoas confinadas em isolamento social, os principais consumidores que são o comércio e indústria vão reduzir sensivelmente a demanda pelo o consumo.

O pedido para retirada da pauta pela Anel partiu do ministério de Minas e Energia, segundo fontes da Jovem Pan. Além disso, já estão sendo revisitadas as projeções de demanda de energia feitas para este ano de 2020.

Casos confirmados

A Petrobrás, grande produtora de energia, já registrou quatro casos de covid-19. Sendo alguns no Rio de Janeiro e outros fora do estado também. Mas, segundo a empresa, isso não está comprometendo sua capacidade de produção.

A Vale tem, pelo menos, dois casos de coronavírus confirmados. A empresa anunciou que está contratando 5 milhões de kits para teste de coronavírus que serão doados ao governo brasileiro.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui