Médica brasileira que vendeu ‘soro da imunidade’ contra coronavírus é intimada pelo MP

A médica Isabella Abdalla terá de prestar esclarecimentos ao Ministério Público de São Paulo na próxima terça-feira (24) sobre um vídeo publicado no Instagram no qual faz propaganda de um “soro da imunidade” contra o novo coronavírus. O promotor Ramon Lopes Neto, de Ribeirão Preto, ouvirá Abdalla em inquérito civil.

No vídeo, gestantes tomam o “soro”, e Isabella afirma que “todo mundo vai ficar imune do corona”. Ela ainda explica que o líquido é composto por “alta dose de vitamina C, outras vitaminas e antioxidantes”.

Não existe qualquer estudo que indique que o coquetel oferecido por Isabella tenha efeito de proteger contra o coronavírus, afirma a Promotoria. “A resolução 1.974 do Conselho Federal de Medicina proíbe médicos de fazer propaganda de método ou técnica não aceito pela comunidade científica.”

Após a repercussão da mensagem sobre o “soro da imunidade”, a médica bloqueou suas redes sociais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui