Presidente regional da Catalunha testa positivo para coronavírus

O presidente regional da Catalunha, Quim Torra, foi diagnosticado nesta segunda-feira (16) com coronavírus. O independentista está confinado e informou a confirmação da doença em pronunciamento transmitido pela internet.

Torra, que apresentava os sintomas de tosse e febre há mais de 24 horas, decidiu se submeter ao teste depois do anúncio feito ontem pelo vice-presidente do governo regional catalão, Pere Aragonés, de que seu exame também tinha dado positivo.

O político pró-independência da Catalunha está confinado nas dependências presidenciais do Palácio da Generalitat, a sede do governo regional, e seu estado de saúde não tem complicações.

No pronunciamento, Torra pediu “autoconfinamento solidário de todos” os catalães e exigiu que o governo da Espanha, liderado pelo socialista Pedro Sánchez, “autorize imediatamente o plano de confinamento” para a Catalunha, já que as medidas adotadas pelas autoridades centrais lhe parecem “insuficientes”.

Também hoje, a presidente da região de Madri, Isabel Díaz-Ayuso, anunciou que foi infectada pelo Covid-19.

Torra e Díaz-Ayuso se juntam  à lista de políticos espanhóis afetados pelo coronavírus, que inclui a ministra da Igualdade, Irene Montero, e o líder do grupo ultradireitista Vox, Santiago Abascal.

* Com EFE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui