Presidente de Israel vai encarregar Benny Gantz de formar governo

Nesta segunda-feira (16), o presidente israelense, Reuvin Rivlin, entrega o cargo de primeiro-ministro a Benny Gantz. O líder do Partido Azul e Branco conseguiu vantagem de apenas uma cadeira nas eleições parlamentares, após o apoio de partidos anti-Benjamin Netanyahu, atual premiê.

Gantz já tentou formar uma coalizão governista no ano passado, mas não reuniu apoio necessário. Netanyahu também recebeu a função em outras ocasiões e falhou, em meio à acusações de suborno e fraude.

O parlamento de Israel está dividido e o país passou por três eleições em menos de um ano.

Reuvin Rivlin tenta convencer os dois rivais a trabalhar juntos em um governo interino para por fim à indefinição política. Essa possibilidade já foi discutida no ano passado, mas Gantz se negou a trabalhar com uma pessoa acusada criminalmente.

A decisão também pode desagradar os partidos que declaram apoio à Gantz para evitar a presença de Netanyahu no poder. No entanto, os 213 casos confirmados de coronavírus acendem um alerta para a necessidade de definição na liderança de Israel.

*Com informações da repórter Nanny Cox

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui