Expectativa do PIB 2020 cai para 1,68%, aponta relatório do BC

Com o avanço do coronavírus e as incertezas sobre o seu impacto na atividade global, a expectativa de crescimento da economia em 2020 voltou a cair.

Segundo Relatório de Mercado Focus, divulgado nesta segunda-feira (16) pelo Banco Central (BC), a nova taxa do PIB esperada é de 1,68%. Há quatro semanas, a estimativa de alta era de 2,23%.

No início de março, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que o crescimento do PIB em 2019 ficou em 1,10%.

Em dezembro, o BC atualizou, por meio do Relatório Trimestral de Inflação (RTI), sua projeção para o PIB em 2020, de alta de 1,80% para elevação de 2,20%. Na semana passada, o Ministério da Economia já revisou a estimativa da equipe econômica de alta de 2,40% para 2,10% neste ano.

No Focus agora divulgado, a projeção para o crescimento da produção industrial de 2020 passou de 2,00% para 1,63%. Há um mês, estava em 2,33%. No caso de 2021, a estimativa de crescimento da produção industrial permaneceu em 2,50%, igual a quatro semanas antes.

A pesquisa Focus mostrou ainda que a projeção para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB para 2020 foi de 56,60% para 56,50%. Há um mês, estava em 56,89%. Para 2021, a expectativa foi de 57,45% para 57,80%, ante 58,00% de um mês atrás.

Balança comercial

Os economistas do mercado financeiro alteraram a projeção para a balança comercial em 2020, de superávit comercial de US$ 36,40 bilhões para US$ 36,10 bilhões. Um mês atrás, a previsão era de US$ 35,42 bilhões.

Para 2021, a estimativa de superávit permaneceu em US$ 34,00 bilhões. Há um mês, estava em US$ 35,00 bilhões.

*Com informações do Estadão Conteúdo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui