Ex-atacante visita Ronaldinho Gaúcho na prisão e diz: ‘Ele está triste’

Nelson “Pipino” Cuevas, um ex-atacante paraguaio, visitou Ronaldinho Gaúcho na penitenciária Agrupación Especializada da Polícia Nacional, no Paraguai. Em entrevista ao “Infobae”, o antigo jogador falou que o brasileiro está triste.

“Vi Ronaldinho e ele está triste na prisão. Espero que eu possa sair em breve. Ele só está triste com a situação. Seus advogados estão cuidando de todo o resto”, disse Cuevas, que teve passagens por River Plate, Santos, Universidad Católica, entre outras equipes.

O paraguaio também falou sobre a cela em que Ronaldinho e Assis estão detidos. “Em comparação com outras penitenciárias, é um lugar grande. Mas ele ainda não está acostumado, ainda que ele tenha jogador futebol. Ele está ao lado do irmão, em um quarto com duas camas”, descreveu.

Ronaldinho está preso no Paraguai desde o dia 6 de março, quando ele e Roberto de Assis, seu irmão, entraram no país sul-americano com passaportes falsos. Para Nelson Cuevas, o pentacampeão do mundo com a seleção brasileira é inocente.

“Falamos sobre como ele está. Vamos ver como eu posso ajudá-lo. Pessoalmente, acho que Ronaldinho é uma vítima. Ele apenas usou os documentos que as pessoas lhe deram. Eu o apoio e espero que tudo se esclareça o mais rápido possível. Que ele possa ficar pelo menos em uma prisão domiciliar. Ele é uma pessoa boa, pelo o que eu sinto”, comentou.

Ronaldinho já teve o pedido de prisão domiciliar negado pela Justiça Paraguaia por três oportunidades desde que foi detido.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui