Doria decretará férias imediatas ‘para servidores que não forem essenciais’

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta segunda-feira (16) que, a partir de terça (17), será feita a “decretação imediata de férias e prêmio para servidores que não forem essenciais, desde que preservando o bom funcionamento do serviço público de São Paulo” e “o corte imediato de viagens nacionais e internacionais”, com exceções “em casos emergenciais e especiais”.

Além dessas medidas, tomadas como precaução ao avanço do surto do coronavírus no estado, estão suspensos os eventos públicos estaduais por até 30 dias.

O governador também anunciou a criação de um comitê extraordinário sobre Covid-19, a ser presidido pelo vice-governador, Rodrigo Garcia (DEM), e composto por todos os 19 secretários, além de presidentes de autarquias e empresas. Segundo Doria, o comitê “tem o poder de tomar decisões emergenciais durante a epidemia do coronavírus”.

A instalação do comitê será regida por decreto a ser publicado nesta terça no Diário Oficial. O colegiado deverá funcionar em parceria com o Centro de Contingência do Coronavírus, chefiado pelo médico David Uip.

*Com Estadão Conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui