Em coletiva, presidente do Fed descarta juros negativos nos EUA

Durante uma coletiva logo após a decisão do Fed de reduzir a zero as taxas de juros de referência americanos, o presidente do órgão, Jerome Powell, afirmou que dificilmente uma política de juros negativos será o próximo passo no combate econômico às consequências do coronavírus.

“Nós não vemos políticas de taxas negativas como uma resposta apropriada aqui nos Estados Unidos”, disse Powell após o segundo corte emergencial nos juros do país em menos de duas semanas – no início do mês, o Fed já havia reduzido as taxas em 0,5 ponto percentual.

Outras medidas anunciadas pela entidade foram um programa de estímulos de US 700 bilhões (US$ 500 bilhões para a compra de títulos do Tesouro americano e US$ 200 bilhões em hipotecas), a redução da taxa dos depósitos compulsórios dos bancos para zero e um programa de swap coordenado com os bancos centrais da Europa, Canadá, Inglaterra, Japão e Suíça.

As decisões, embora surpreendentes, até agora não tiveram o efeito desejado no mercado. Os índices futuros americanos registram forte na noite de domingo, chegando a atingir o limite de baixa de 5%., influenciados justamente pelo aumento drástico nos números de infectados (3 mil) e mortes (pelo menos 57) pelo coronavírus nos EUA.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:

Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.

The post Em coletiva, presidente do Fed descarta juros negativos nos EUA appeared first on InfoMoney.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui