Reino Unido: Mortes por coronavírus dobram nas últimas 24 horas

As mortes por conta do novo coronavírus dobraram nas últimas 24 horas no Reino Unido, subindo para um total de 21. A informação foi passada neste sábado (14) pelo consultor médico chefe do governo, Chris Whitty.

Dez pessoas morreram entre sexta-feira (13) e sábado em diferentes hospitais da Inglaterra, todos com mais de 60 anos e com patologias anteriores, disse Whitty, indicando que esses pacientes estavam em “grupos de risco”.

O médico ofereceu suas condolências às famílias dos falecidos e reconheceu que o rápido aumento das mortes causará “alarme”, mas enfatizou que o governo está tomando medidas apropriadas para impedir a propagação do vírus.

Medidas de prevenção

Além de medidas de higiene e isolamento para pessoas com sintomas, o governo britânico está se preparando para proibir eventos de massa a partir da próxima semana, depois de vetar excursões escolares ao exterior e desencorajar viagens às áreas mais afetadas.

O governo do primeiro-ministro Boris Johnson foi criticado por não impor os mesmos tipos de medidas drásticas contra a Covid-19 aplicadas em outros países, como proibir grandes eventos e o fechamento de escolas.

Entretanto, o consultor científico do governo, Patrick Vallance, afirma que medidas como lavar bem as mãos e o isolamento dos infectados têm mais impacto para conter a doença., e só devem ser aplicadas na hora certa.

Segundo o governo britânico, a decisão de proibir grandes eventos responde à necessidade de aliviar a carga de trabalho da polícia que normalmente participa desses atos e dos serviços de saúde, para que eles possam se concentrar em lidar com os casos da Covid-19.

*Com informações da EFE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui