Gustavo Bebianno morre aos 56 anos após infarto fulminante

O ex-ministro Gustavo Bebianno morreu neste sábado (14) em Teresópolis, após um infarto fulminante. A informação foi confirmada pelo presidente estadual do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), Paulo Marinho. Bebianno era pré-candidato do partido à Prefeitura do Rio de Janeiro.

Bebbianno foi coordenador da campanha de Jair Bolsonaro e ex-secretário geral da Presidência.

Segundo informações de Paulo Marinho, o ex-ministro estava com seu filho em seu sítio, localizado em Teresópolis, Rio de Janeiro, quando passou mal. Bebianno foi levado para uma unidade hospital da cidade, mas não resistiu.

*Mais informações em instantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui