Diplomata e senador que acompanharam Bolsonaro aos EUA são diagnosticados com coronavírus

O senador Nelsinho Trad (PSD-MS) confirmou na noite desta sexta-feira (13) que testou positivo para o coronavírus. Segundo nota de sua assessoria de imprensa, ele está em isolamento domiciliar. Trad é o primeiro parlamentar brasileiro a confirmar covid-19.

O senador, de 58 anos, é presidente da Comissão de Relações Exteriores da Casa e acompanhou o presidente Jair Bolsonaro na viagem oficial aos Estados Unidos na última semana. Durante o voo que transportou a comitiva, Trad estava em uma poltrona próxima à do secretário de Comunicação da Presidência, Fábio Wajngarten, que também foi diagnosticado com o vírus.

Outro senador que compôs a comitiva, Jorginho Mello (PL-SC) teve que fazer o teste e divulgou pelo Twitter que que o resultado havia sido negativo.

Leia a nota de Trad, na íntegra:

“Estive, como todos sabem, a trabalho, representando o Senado Federal na viagem com o presidente Jair Bolsonaro aos Estados Unidos. No retorno ao Brasil, fomos todos na comitiva que viajou com o presidente surpreendidos, quando um dos integrantes do voo de regresso foi positivado para o Covid-19. Segui fiel e estritamente os protocolos de quem se enquadra em comunicante de caso. Fiz o exame, que resultou positivo. Serenamente, com fé em Deus, e atendendo todas as orientações dos profissionais de saúde envolvidos nesse enfrentamento, estou em casa com a minha família, guardando o período de isolamento. Não há de se agravar. Com fé em Deus, sempre aprendi que problemas existem para serem solucionados”.

Diplomata também é diagnosticado

Outro integrante da comitiva, o embaixador Nestor Forster também teve diagnóstico positivo para a Covid-19. A informação foi divulgada pela Embaixada do Brasil em Washington.

Escolhido para ser o embaixador do Brasil nos EUA, Foster prolongará sua quarentena, imposta por conta própria como medida de precaução, por mais duas semanas.

Confira a nota da Embaixada:

“O Secretário de Comunicações da Presidência da República, Fábio Wajngarten, integrante da delegação presidencial em visita oficial aos Estados Unidos, realizada entre 7 e 10 de março, foi diagnosticado com coronavírus Covid-19. O governo brasileiro tem tomado todas as medidas preventivas necessárias, incluindo a comunicação a autoridades norte-americanas sobre a ocorrência.

O encarregado de negócios do Brasil em Washington, Embaixador Nestor Forster, tomou conhecimento na noite de 13 de março que seu teste de laboratório teve resultado positivo para o Covid-19. Seguindo orientação médica, o Embaixador Nestor Forster prolongará sua quarentena, na qual ele já havia se colocado como medida de precaução, por mais duas semanas.”

*Com Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui