‘Deixo no passado divergências’, diz Weintraub sobre Bebianno

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, usou sua conta no Twitter para manifestar condolências pela morte do ex-secretário geral da Presidência Gustavo Bebianno, que morreu neste sábado (14) no Rio de Janeiro.

Weintraub afirmou “deixar as divergências no passado” e desejou que Bebianno “esteja em paz em um lugar melhor”.

Gustavo Bebianno, que foi coordenador da campanha de Jair Bolsonaro à presidência e ex-secretário geral, foi exonerado do cargo no ano passado. O ex-ministro faleceu neste sábado, na cidade de Teresópolis, após sofrer um infarto fulminante.

Doria: ‘O Rio perde, o Brasil perde’

Além de Weintraub, outras autoridades também manifestaram condolências pela morte. João Doria (PSDB), governador de São Paulo, usou o Twitter para registrar o seu pesar.

“Com profundo pesar recebi a notícia da morte de Gustavo Bebianno. Seu falecimento surpreende a todos. O Rio perde, o Brasil perde. Bebianno tinha grande entusiasmo pela vida e em trabalhar por um País melhor. Meus sentimentos aos familiares e amigos nesse momento de dor”, publicou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui