Trump diz não ter sintomas de coronavírus após reunião com Bolsonaro

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi questionado nesta sexta-feira (13), durante entrevista coletiva, sobre o jantar que teve no último sábado (7) com o presidente Jair Bolsonaro, após a notícia de que o brasileiro teria sido monitorado por coronavírus e de que o secretário de Comunicação, Fabio Wajngarten, teve confirmação da doença.

Trump afirmou que não está preocupado com a possibilidade de ter sido infectado pelo vírus. “Não tenho nenhum sintoma de coronavírus, tive uma ótima reunião com Bolsonaro”, afirmou o americano.

O presidente dos EUA ainda elogiou Bolsonaro, dizendo que ele “tem feito um ótimo trabalho” na administração do país.

Questionado se mantém contato com o Brasil sobre isso, Trump respondeu que tem mantido conversado com varíos países sobre o coronavírus, mas também disse que, no caso de Bolsonaro, houve uma suspeita, que já foi descartada. “Houve a notícia de que ele poderia ter, mas ele não tem”, comentou.

Na semana passada, Bolsonaro e uma comitiva estiveram nos Estados Unidos para uma série de eventos. Após a viagem, pelo menos três pessoas que tiveram contato com o presidente testaram positivo para o coronavírus: além Wajngarten, a advogada de Bolsonaro, Karina Kufa, e o prefeito de Miami, Francis Suarez.

*Com Estadão Conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui