Presídios barram visitas de pessoas com gripe a presos em todo o país

Presídios vão restringir acesso a pessoas com sintomas de gripe nas visitas as unidades de todo o Brasil. A decisão foi tomada pelo Conselho Nacional de Secretários de Administração Penitenciária. O titular de São Paulo, Nivaldo Restivo, promete rigor nas triagens a partir deste final de semana.

“Pessoas que tiverem algum tipo de sintoma que possa induzir a questão do coronavírus, elas serão impedidas de ingressar no sistema. Sabemos que muitas pessoas são assintomáticas, aí tem a dificuldade de se estabelecer um filtro.”

Mas o presidente do Consej, Pedro Eurico, secretário de Justiça e Direitos Humanos, de Pernambuco, considera prudente manter as visitas. “Seria uma medida dramática e que iria estressar a comunidade prisional. Mais problemas em uma hora dessas é mais dificuldade e menos solução.”

Não há caso confirmado nos presídios do Brasil. “Qualquer diagnóstico positivo daqueles que estão privados de liberdade serão imediatamente isolados na próprias unidades. Se agravar, serão transferidos para Unidades Públicas de Saúde”, diz Pedro Eurico.

A reunião do Consej em São Paulo reuniu 24 secretários estaduais de Administração Penitenciária.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui