Dois casos de coronavírus são confirmados na Venezuela; Panamá decreta estado de emergência

Foram confirmados dois casos de contaminação pelo novo coronavírus na Venezuela. A informação foi anunciada nesta sexta-feira (13) pela vice-presidente do país, Delcy Rodríguez. Os pacientes são uma mulher de 41 anos, que esteve nos Estados Unidos, Itália e Espanha, e um homem, de 52 anos, que visitou a Espanha. Ambos estão isolados em quarentena.

No anúncio, Rodríguez pediu que todos os passageiros que viajaram nos voos onde estavam as duas vítimas entrem imediatamente em quarentena domiciliar obrigatória. Os voos são da empresa Iberia, número 6673, dos dias 5 e 8 de março.

Ela reforçou que não se trata de uma recomendação, mas de uma determinação. “É uma obrigação para todas as pessoas que vinham nos voos da Iberia: devem entrar imediatamente em quarentena preventiva obrigatória”, disse.

A vice-presidente afirmou ainda que já foram localizadas as pessoas que tiveram contato direto com os dois infectados e que as autoridades sanitárias estão construindo a cadeia de contatos indiretos, para que todos sejam postos em isolamento.

Ontem, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, declarou estado de emergência permanente no sistema de saúde do país.

O governo da Venezuela anunciou também a suspensão — por um mês — de todos os voos provenientes da Europa e da Colômbia. Outra medida envolve a suspensão e a proibição de concentrações públicas massivas, e eventos e espetáculos com grande público, além do fechamento de museus ou outros lugares de ampla visitação pública.

Fronteira com o Brasil

O governador de Roraima, Antonio Denarium (Sem partido), pediu ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), o fechamento imediato da fronteira do Estado com a Venezuela e Guiana. A reunião que tratou do assunto ocorreu na quarta-feira (12). Procurado, o ministério afirmou em nota que “até o momento, não há nenhuma restrição de trânsito de pessoas para o Brasil”.

Em audiência na Câmara na quarta, Mandetta não citou o pedido e se esquivou de perguntas sobre possível fechamento de fronteira. Ele disse, no entanto, que a divisa com a Venezuela é a “única que realmente dá preocupação”. “A Venezuela não tem sistema de vigilância. Não sei o que acontece lá.”

Segundo Denarium, o grau de preocupação com a fronteira é “muito grande”. “Em Roraima está entrando de 500 a 700 venezuelanos todos os dias. Se tiver um foco de novo coronavírus na Venezuela, e com essa migração desordenada, pode se tornar uma epidemia. Está sob controle na Região Norte até hoje”, afirmou o governador.

Panamá decreta estado de emergência

O presidente do Panamá, Laurentino Cortizo, decretou hoje estado de emergência no país. O número de casos de contaminação pelo novo coronavírus praticamente dobrou entre a última quarta-feira (11) e ontem (12), passando de 14 para 27 o número de infectados.

“Os novos casos relatados são resultado de uma busca ativa entre os contatos de pessoas que testaram positivo para o novo coronavírus e outros associados a pessoas que vieram do exterior, dos países afetados”, explicou o Ministério da Saúde.

O documento diz ainda que a maioria dos casos corresponde a pessoas com mais de 40 anos e 21 deles não precisaram de hospitalização e estão sendo mantidos em isolamento domiciliar.

O mesmo documento determina, ainda, que cruzeiros com turistas procedentes de áreas afetadas pelo Covid-19 não poderão desembarcar em solo nacional sem que os passageiros cumpram o isolamento obrigatório.

* Com informações da Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui