Fla dá show e chega a 31 jogos de invencibilidade no Maracanã contra Barcelona de Guayaquil

O Flamengo mostrou sua força mais uma vez, nesta quarta-feira, ao derrotar sem dificuldades o Barcelona de Guayaquil, por 3 a 0, pela Copa Libertadores. Com a vitória, o time chegou a marca de 31 jogos de invencibilidade jogando no Maracanã.

A invencibilidade fez com que o time chegasse aos seis pontos, mas o time de Jorge Jesus viu o Independiente del Valle assumir a liderança do Grupo A ao derrotar o Junior Barranquila, também por 3 a 0. A equipe equatoriana leva vantagem diante do rubro-negro no saldo de gols.

O Flamengo começou afoito no ataque, e deixou espaços para avanços do Barcelona. No primeiro erro de passe, os equatorianos escaparam com Díaz, que só foi para com uma falta cometida por Filipe Luís. Fidel Martinez fez a cobrança para boa defesa de Diego Alves.

O lance acordou o rubro-negro. A partir de então, foram oito finalizações e 80% de posse de bola no campo adversário. Gerson, Bruno Henrique e Everton Ribeiro tiveram a chance de abrir o placar, mas o primeiro gol saiu aos 39 minutos. Everton Ribeiro cruzou na direita e Gustavo Henrique subiu muito alto para finalizar de cabeça.

Empurrado pelos mais de 63 mil torcedores presentes, o Flamengo aumentou o ritmo e conseguiu ampliar ainda no primeiro tempo. Arrascaeta cobrou escanteio pelo lado esquerdo e Léo Pereira desviou de cabeça. A bola bateu no braço esquerdo de Jonatan Alvez. Pênalti, que Gabriel Barbosa bateu com categoria. Foi o 11.º gol do atacante na temporada.

No segundo tempo, mais rubro-negro. Arrascaeta, autor da cobrança de escanteio que originou o gol de Bruno Henrique, o terceiro gol do rubro-negro, aos oito minutos

Com velocidade, habilidade e vontade de jogar, o Flamengo fez uma apresentação que deixou o público em êxtase nas arquibancadas do Maracanã. A facilidade foi tão grande que Gustavo Henrique virou um “centroavante” e teve duas belas oportunidades para marcar mais uma vez.

O único problema foi o excesso de confiança na busca pelo drible, o que impediu o prosseguimento de algumas jogadas e criou oportunidades para o Barcelona, como aos 32 minutos, quando Montaño surgiu livre na área, mas parou na grande defesa de Diego Alves.

Na busca contínua pelo gol, Jorge Jesus trocou Arrascaeta por Michael e Jean Motta por Diego, mas o placar não foi alterado.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 3 X 0 BARCELONA DE GUAYAQUIL

FLAMENGO – Diego Alves; Rafinha, Gustavo Henrique, Léo Pereira e Filipe Luís; Thiago Maia (Diego), Gerson, Arrascaeta (Michael) e Everton Ribeiro; Gabriel e Bruno Henrique (Vitinho). Técnico: Jorge Jesus.

BARCELONA DE GUAYAQUIL – Mendoza; Velasco, Aimar (Bedoya), Riveros e Castillo; Gabriel Marques, Piñatares, Damián Díaz (Oyola) e Emmanuel Martínez; Fidel Martínez (Montaño) e Jonatan Álvez. Técnico: Fabián Bustos.

GOLS – Gustavo Henrique aos 39 e Gabriel aos 45 minutos do primeiro tempo. Bruno Henrique aos oito minutos do segundo.

ÁRBITRO – Facundo Tello (ARG).

CARTÕES AMARELOS – Bedoya, Piñatares, Damian Díaz, Filipe Luís.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui