Alcolumbre suspende visitas ao Congresso devido ao coronavírus

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, publicou nesta quarta-feira (11) um ato que estabelece procedimentos de prevenção à infecção e à propagação do novo coronavírus nas dependências da Casa, além da criação de um comitê de acompanhamento e controle do Covid-19 no âmbito do Senado Federal.

De acordo com a determinação, as visitas públicas, eventos de líderes partidários, sessões solenes e especiais, além de audiências públicas realizadas nos plenários da Câmara dos Deputados e do Senado estão suspensas.

“Apenas terão acesso ao Senado Federal congressistas, servidores, terceirizados, profissionais de veículos de imprensa, assessores de entidades e órgãos públicos, representantes de instituições de âmbito nacional, estagiários, menores aprendizes, empregados que prestam serviços no âmbito da Câmara dos Deputados, todos previamente credenciados, salvo prévia autorização da Primeira-Secretaria”, diz o documento.

Alcolumbre também suspendeu viagens ao exterior “em missão oficial de servidores e parlamentares”. Os servidores, parlamentares e demais colaboradores que estiveram em países com transmissão local do Covid-19 devem comunicar o Serviço Médico do Senado Federal e serão acompanhados e monitorados.

Segundo a publicação, os colaboradores que apresentarem sintomas respiratórios ou febre “serão afastados administrativamente por 14 dias, a contar do regresso dessas localidades”.

Alcolumbre também determinou que os parlamentares, servidores e colaborados do Congresso que tiveram contato próximo com casos suspeitos ou confirmados do vírus e não apresentem nenhum sintomas respiratórios também “serão afastados administrativamente por 14 dias, a contar da data do contato”.

A medida ainda esclarece que o “Senado Federal adotará imediatamento medidas para aumentar os locais e quantidades para disponibilização de álcool gel e intensificar a limpeza e desinfecção de superfícies nas dependências da Casa”.

Ainda nesta quarta, o ministro da Saúde, Henrique Mandetta, esteve em audiência na Câmara dos Deputados ressaltando as medidas adotadas pela pasta, além de solicitar mais recursos para manter mais de 6 mil postos de saúde abertos em horário estendido com o objetivo de atender a população diante da crise do coronavírus.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) elevou o status do coronavírus para pandemia na tarde desta quarta. Até o momento, o Brasil tem 68 casos confirmados do Covid-19, com 907 suspeitas em análise.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui