Charlie Sheen é acusado de estuprar ator de 13 anos de idade

O ator Corey Feldman afirmou em um documentário que Charlie Sheen, famoso pela série “Two and a Half Men”, estuprou o também ator Corey Haim. O caso teria acontecido em 1986, quando Haim tinha 13 anos e Sheen, 19.

Charlie Sheen e Corey Haim trabalharam juntos no filme “A Inocência do Primeiro Amor”, lançado em 1986. Haim teve uma carreira bem sucedida na juventude, mas acabou não tendo o mesmo sucesso depois de adulto. Ele morreu em 2010, aos 38 anos, e nunca contou quem havia o estuprado, apesar de dizer que o criminoso era conhecido em Hollywood.

A revelação de Corey Feldman sobre o estuprador do colega veio no documentário “(My) Truth: The Rape of 2 Coreys”, exibido nesta segunda-feira (9) na TV americana. Feldman descreveu o ato com detalhes, dizendo que Sheen utilizou gordura vegetal como lubrificante e cometeu o crime atrás de dois trailers para que ninguém visse.

Além de Corey Feldman, o também ator Jamison Newlander, que participou do filme “Os Garotos Perdidos” com Feldman e Haim, em 1987, também confirmou no documentário que Sheen foi o estuprador.

O relato dos dois atores coincide com o de Dominick Brascia, artista e amigo de Corey Haim. Em 2007, ele também acusou Charlie Sheen de ter estuprado Haim. “Haim me disse que transou com Charlie Sheen no set de ‘A Inocência do Primeiro Amor’. Disse que eles fumaram maconha e fizeram sexo. Ele disse que depois do ocorrido, Sheen ficou muito frio e o rejeitou. Quando Corey queria se divertir novamente, Charlie não o queria”, disse Brascia.

Apesar das acusações, a mãe de Corey Haim, Judy Haim, não acredita que Charlie Sheen seja o criminoso. Ela já disse que Corey Feldman e Dominick Brascia são mentirosos e chegou a acusar o próprio Brascia de ser o verdadeiro estuprador do filho.

Charlie Sheen, que está longe da TV desde o fim da série “Anger Management”, em 2014, ainda não se pronunciou sobre as acusações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui